Nascida em plena pandemia, a banda Projeto Intrigante Mutação lançou “Eu vou virar jacaré” uma divertida e musical piada sobre a possibilidade de virar jacaré ao tomar a vacina contra a COVID19.

Formada por músicos espalhados pelo Brasil, Ricardo Dastis (Vocal), Pedro Inda (Violão), Carlos Inda (Baixo) Verner Heidrich (Bateria) e Paulo Brandão (Gaita) satirizam a famosa frase do Presidente Jair Bolsonaro que garantia os “perigos” em se tomar uma vacina com poucos testes e que existia o risco de transformar a população em jacaré.

Carlos Inda, compositor da música, explica o processo de criação: “O processo para a construção da música e vídeo seguiu a metodologia do Projeto Intrigante Mutação. Inicialmente fiz a letra e base da música, depois o Pedro o violão base, Verner a bateria. O Ricardo, colocou um super vocal e interpretação teatral que vai vencer o Oscar. O Pedro colocou o segundo violão. O Paulo fechou com a Gaita. Foi tudo feito remoto, cada um num quadradinho, em São Paulo, Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Cruz do Sul, gravando com celulares. Os desenhos são do Pedro Inda. O coral são a filha e filho do Ricardo”.


O resultado é uma letra descontraída, com clipe caseiro, com ares de megaprodução e todo cuidado para detalhar o que tá rolando na música. O Projeto Intrigante Mutação já tem outras músicas na mesma pegada: “Achatando a curva”, que fala sobre o isolamento e os esforços para diminuir o contágio durante a pandemia e “Confinado”, um rock clássico, que traz as dores e percalços de quem está confinado a tanto tempo.

Que venham outras músicas divertidas e que, após a pandemia, assunto principal da banda, todos possam se reunir para compor canções dos novos tempos.

Acompanhe e siga a página da banda no Facebook para novidades: @ProjetoIntriganteMutacao