A serie Tudo Bem não Ser Normal ou It’s Okay to Not Be Okay nos surpreende de todas as formas, fazia tempo que eu não era impactada e surpreendida do jeito que eu fui, achei tudo muito apaixonante, ao assistir o dorama acabamos refletindo muito e se emocionando também. É a primeira vez que eu vejo uma história que fala sobre saúde mental da forma que Tudo Bem Não Ser Normal nos traz, achei incrível!

O dorama foi escrito por Jo yong e distribuído pela Netflix com um total de 16 episódios que do início ao fim nos deixam curiosos e vivemos todas as emoções que a história nos oferece.

Veja o trailer:

De forma resumida e sem spoilers, temos 3 personagens principais: a misteriosa escritora Ko Moon Young, o Gang Tae um jovem que trabalha em uma clínica psiquiátrica e seu irmão mais velho Moon Sang Tae que é autista e possuí um talento artístico com suas ilustrações. O destino dos personagens se entrelaça e acompanhamos todo seu desenvolvimento e como eles superam seus traumas, curando suas feridas do passado, além disso tem outros personagens importantes como os pacientes e enfermeiros da clínica, o CEO da editora, a Diretora de Arte, entre outros que ajudam em todo o desenrolar da história.

Os livros de Ko Moon Young são incríveis, eles falam de assuntos complexos por meio de histórias fictícias tornando os assuntos mais acessíveis, nos trazem ensinamentos, e sim, já quero comprar todos os livros! Acabei descobrindo que a editora Intrínseca trouxe os livros para o Brasil e agora podemos ter os livros da série em nossa casa, entre esses livros estão: O Menino que se Alimentava de Pesadelos, Criança Zumbi, O Cão Alegre, A Mão e o Tamboril e Em Busca da Feição Real.

Irei deixar aqui a playlist, que está ótima também:

Um dorama que vale seu tempo! Leia mais blogs como esse aqui!